Telefone de Emergência 0800 170 8998

NOTÍCIA

Eixo SP inicia obras em tempo recorde

Primeira fase das obras da Eixo SP contempla restauração de pavimento e gera 200 empregos

A Eixo SP Concessionária de Rodovias iniciou a primeira fase de obras previstas no contrato de concessão em tempo recorde: apenas 8 horas após assumir a malha dos 1.273 km de estradas, a maior do Estado de São Paulo. São 200 postos de trabalho gerados nesta primeira fase de intervenção da Concessionária.

“Oito horas após a assumir a nova concessão a Eixo-SP deu início às obras do Programa Intensivo Inicial (PII), com a recuperação do pavimento nas regiões de Torrinha, Bauru, Marília e Paraguaçu Paulista. Uma mobilização e ação imediatas, demonstrando a nossa preocupação e respeito com os usuários. Essas ações de recuperação do pavimento, trazem uma maior segurança e fluidez ao motorista. É o nosso compromisso e comprometimento com o usuário, a ARTESP e a sociedade.”, disse José Geraldo F. de Andrade, Superintendente de Obras da Eixo SP.

Os trechos em recuperação estão em Marília, na SP 294 – Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, no km 448 sentido oeste; em Torrinha, a SP 304 – Rodovia Luiz de Queiroz, no km 241 sentido norte; em Bauru, na SP 294 – Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, no km 348 sentido oeste, e em Paraguaçu Paulista, na SP 284 – Rodovia Manilio Gobbi, no km 468.

Para a realização desse trabalho em Marília, Bauru e Paraguaçu Paulista, aonde as rodovias são de pistas duplicadas o trânsito está sendo escoado em uma faixa com obra, sem necessidade de desvio ou bloqueio. Na SP 304, o trecho em manutenção é pista simples, o quer requer a adoção do sistema Pare e Siga.

Economia

Cerca de 250 pessoas foram contratadas para essa primeira fase de obras. A Concessionária também admitiu 2 mil colaboradores direto para a implantação de todas as operações. Com extensão rodoviária que passa por 62 municípios, a estimativa ao longo dos 30 anos de contrato é que essas cidades recebam repasse de R$ 2 bilhões em ISS – Imposto Sobre Serviços. Estes recursos podem ser investidos em áreas prioritárias de serviços públicos como educação, saúde e segurança pública.