Telefone de Emergência 0800 170 8998

NOTÍCIA

Eixo SP apoia campanha de combate a incêndios

Concessionária alerta para os perigos que as queimadas podem provocar, colocando em risco vidas de pessoas e de animais

Com início do período mais seco do ano, a Eixo SP começa a intensificar ações de combate a incêndios às margens das rodovias. E uma dessas ações tem como objetivo principal orientar produtores rurais sobre a importância de construir e de manter os aceiros limpos. Com o lema “Deixe Seu Fagulha no vácuo: Proteja a vegetação com aceiros”, a campanha conta com a parceria da Eixo SP, Ministério Público do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Prefeitura de São Carlos.

Aceiros são faixas de terreno sem vegetação, cuja finalidade é evitar que o fogo se espalhe. Normalmente, os aceiros são construídos ao longo das cercas, ao redor de postes, e em outras partes da propriedade rural. Eles são fundamentais para prevenir queimadas de grandes proporções, particularmente às margens das rodovias, onde a fumaça reduz a visibilidade dos motoristas e pode provocar graves acidentes.

Os aceiros ganham maior importância no início do período seco, quando a vegetação começa a secar e a ocorrência de queimadas aumenta. De acordo com o coordenador de Meio Ambiente da Eixo SP, Gabriel Bispo, no ano passado, foram registrados 15 focos de incêndios próximo às rodovias administradas pela Concessionária na região de São Carlos. O objetivo da campanha é reduzir significativamente esse número, diminuindo, assim, os riscos de acidentes nos trechos afetados pela fumaça.

Para o gerente de Operações da Eixo SP, Paulo Balbino, o trabalho de orientação é fundamental no combate às queimadas. Ele cita que, no Brasil, 95% dos incêndios são causados pela ação humana, seja de forma proposital ou acidental. Balbino destaca a importância dos aceiros nas propriedades rurais, mas chama também a atenção para uma atitude que precisa ser combatida sempre: o descarte de bitucas de cigarros às margens das rodovias.

“Isso jamais deve ser feito, pois a vegetação seca pega fogo com muita facilidade, devido à baixa umidade do período de estiagem”, afirma. “É sempre bom lembrar também que provocar incêndios em área de vegetação é crime, com pena de reclusão de 2 a 4 anos e multa”, frisa o gerente da Eixo SP. Balbino ressalta que, além de destruir a vegetação nativa e matar animais, um incêndio pode causar sérios prejuízos financeiros e, até mesmo, colocar em risco a vida de pessoas.

Sobre a Eixo SP

A Eixo SP Concessionária de Rodovias administra mais de 1.221 km de estradas que passam por 62 municípios da região de Rio Claro, no centro do Estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O maior contrato sob supervisão da Artesp (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo) terá investimentos na ordem de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário. Para mais informações acesse: www.eixosp.com.br.