Telefone de Emergência 0800 170 8998

NOTÍCIA

Equipes de conservação trabalham na SP 225

Eixo SP intensifica serviços na rodovia entre Itirapina até Itapuí

As equipes de conservação da Eixo SP Concessionária de Rodovias executam até dia 20 de dezembro em todo o trecho da SP 225 – Rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano, reparos, limpeza, roçada e manutenção de sinalização. Também estão sendo realizados reparos localizados de pavimento, uma ação preventiva por conta do período de chuvas intensas.

“A operação tapa buracos é um dos serviços que as equipes de conservação da Eixo SP realizam com o objetivo de agir, rapidamente, na manutenção do eixo principal e vias secundárias. Além disso, uma série de outros trabalhos são mantidos, entre eles, reparos localizados definitivos e substituição do revestimento asfáltico, conservação de pontes e viadutos, limpeza e recuperação de drenagens, substituição e implantação de placas, troca de dispositivos de segurança, revitalização de sinalização de solo e conservação da vegetação da faixa de domínio”, conclui Pedro Nogueira, superintendente de Conservação da Eixo SP.  

Os trabalhadores estarão mobilizados sempre entre 7h e 17h. Cada ponto de intervenção é devidamente sinalizado para a orientação dos condutores. A Concessionária recomenda, que os usuários ao transitarem por estes trechos, reduzam a velocidade e não parem na pista para observar a atividade das equipes da concessionária, conduta que oferece risco de colisão traseira. Os serviços serão reagendados em caso de chuva.

Conservação 

A conservação rodoviária modificou o cenário dos mais de 1.200 quilômetros de rodovias administrados pela Eixo SP logo na fase inicial de gestão. Em seis meses, as frentes de trabalho registraram serviços dos mais diversos, entre eles, a limpeza e os reparos nos sistemas de drenagem de mais de 400 pontes e viadutos. A desobstrução e recuperação de calhas de drenagem e bueiros ultrapassam 900 quilômetros de extensão.  

A limpeza e revitalização de sinalização vertical também abrangem os mais de 1.200 quilômetros. Mais de 15 quilômetros de defensas metálicas danificadas foram recuperadas ou substituídas. A poda e remoção de vegetação identificada como risco ao motorista ultrapassam os 900 quilômetros de extensão. Toda a extensão da concessão recebeu limpeza mecanizada da faixa de domínio.